ANGIOGRAFIA DIGITAL

 

 

A Angiografia Digital tem a capacidade de anular as estruturas ósseas da área a ser examinada levando a um aumento da sensibilidade diagnóstica e ao uso de menor quantidade de contraste, além de menor radiação.

Este exame é feito através de uma punção arterial ou venosa, após pequena anestesia local, com introdução de catéter angiográfico. Para exames diagnósticos em geral não é necessário sedação ou anestesia geral. O cateter caminha através dos vasos até a região a ser examinada confome pedido do médico solicitante. 

Se o exame for feita pela virilha, será necessário repouso absoluto por 24 horas, conforme explicação mais detalhada no ícone do preparo do exame. Exames feitos pelo braço não necessitam de repouso absoluto, apenas repouso do braço examinado.

Podemos obter desde 1 imagem por segundo até 30 e com 3 tipos de Zoom, melhorando assim a visualização de pequenas lesões como por exemplo, aneurisma cerebral .

Utilizando a técnica de “Road Mapping”, podemos cateterizar vasos tortuosos e de pequeno calibre. Funciona de maneira simples: faz-se uma injeção de pequena quantidade de contraste em um determinado vaso e depois conseguimos visuallizar a sua posição sem a necessidade de uma nova injeção, ficando a imagem como um guia para o Angiografista.


Através deste método podemos realizar exames Neurovasculares, Vasculares Periféricos, Cateterismo Cardíaco, Angioplastias/Stent Cerebrais-Coronarianas-Periféricas, Endopróteses da Aorta Torácica e Abdominal, Embolização de Aneurismas Cerebrais, Colocação de Filtro de Veia Cava, Embolização de Mioma Uterino, Embolização de sangramentos pulmonares-gastrointestinais-renais, vesicais e traumáticos. Para maiores detalhes e mais procedimentos clique no ícone tratamentos percutâneos.